+351 915 420 234 // + 34 615 45 50 35 info@transallgarve.com

Regulamento

Art.1. Definição

1.1. A TransAllgarve é uma prova de bicicleta todo o terreno (BTT), disputada em 6 etapas, que atravessa a região do Algarve, no sul de Portugal.

1.2. É uma competiçao individual.

1.3. Decorre entre 12 e 17 de Maio de 2019

1.4. A prova tem um formato linear, atravessando o Algarve, de este para oeste.

1.5. A organização está a cargo da empresa Trilhos Vivos, responsável pela concepção e gestão da prova.

 

Art.2. Inscrições

2.1. Qualquer pessoa que deseje participar na prova deve preencher o formulário existente no site da prova em www.transallgarve.com. A inscrição só será considerada válida após a recepção e confirmação do pagamento.

2.2. O processo de inscrições decorre até 15 de Abril de 2019,

2.3. Não serão aceites inscrições fora do período acima descrito.

2.4. As inscrições estão limitadas a 100 participantes confirmados.

2.5. A Organização reserva-se o direito de recusar a inscrição de um participante até à data de término das inscrições para o evento, não tendo que justificar a razão da recusa. Em caso de recusa de participação, o individuo inscrito será informado através do endereço de e-mail submetido aquando da inscrição. Caso a inscrição já tenha sido regularizada, o valor pago será devolvido na totalidade por transferência bancária no prazo de 15 dias úteis.

2.6. Validada a inscrição, será atribuído o número de frontal a utilizar pelo atleta.

2.7. No acto de inscrição estão disponíveis vários pacotes, sendo obrigatório o pacote Race, os outros pacotes proporcionam serviços opcionais que poderão ou não ser subscritos.
É possível a subscrição de serviços adicionais/opcionais posteriormente ao acto de inscrição, todavia só é possível até à data limite das inscrições, e mediante o pagamento de uma taxa administrativa adicional de 20€.

2.8. Os serviços e bens incluídos em cada um dos packs está definido na descrição dos mesmos.
2.9. No caso de abandono ou desclassificação da prova, não há direito a reembolso total/parcial do valore de inscrição pago.

Art.3. Requisitos de participação

3.1. A participação está interdita a indivíduos que não tenham completado os 18 anos aquando da data de inicio da prova.

3.2. Para a participação nesta prova é necessário possuir uma bicicleta de montanha sem qualquer tipo de motor.

3.3. Sobre o participante recai a responsabilidade da forma física e condições de saúde do próprio.

3.4. Deverá ter a consciência e o conhecimento de que trata de uma prova de endurance para as quais são necessárias boas condições de saúde e de forma física bem como uma preparação adequada para o esforço físico exigido implicitamente.

3.5. Não é permitida a participação de pessoas suspensas por utilização de substâncias ilegais.

 

 

Art.4. Controlos administrativos

4.1. As verificações administrativas e a entrega do Welcome Pack acontecem, a data e a hora  especificadas na Guia de Prova fornecido aos participantes.

4.2. Os frontais são atribuídos de acordo com a ordem de registo.

4.3. Durante as verificações administrativas, uma pulseira de identificação é dada a cada participante, que deve ser usada durante todos os dias da competição. Esta pulseira concede acesso às infra-estruturas e serviços reservados aos participantes, servindo também como forme de identificação e útil em termos de segurança.

Art.5. Briefing

5.1. Haverá uma reunião diária com os participantes, na qual todos são bem-vindos. Será feita uma antevisão da etapa seguintes e serão notificados de eventuais alterações que possam surgir face ao inicialmente previsto.

 

5.2. Qualquer alteração será publicada via telegram, sendo de responsabilidade dos participantes estar a par destas informações.

5.3. No fim do briefing haverá sempre espaço para dúvidas e questões que os participantes pretendam colocar à organização.

5.4. O horário e local do briefing estará disponível no Guia de Prova, e diariamente no placard informativo.

 

Art.6. Decurso de Prova.

6.1. É obrigatória a utilização de capacete sempre que o participante se desloque de bicicleta, antes, durante e após a etapa. O não cumprimento desta regra conduz a penalização.

6.2. É obrigatória ter o telemóvel activo durantea duração das etpas. Este deverá ter o número fornecido à inscrição, para contacto em caso de emergência. Deverá ser garantido pelo participante que a bateria dura durante toda a extensão da etapa. O número não deverá estar oculto. Se for detectada alguma irregularidade será aplicada a penalização respectiva.

6.3. É obrigatório manter pilhas extra ou powerbank  e dinheiro durante toda a prova para eventuais situações de emergência.

6.4. As informações de cada etapa, estão disponíveis no Guia de Prova e no website.

6.5. O percurso é linear e por isso os locais de começo não serão coincidentes com os de término.

6.6. O percurso desenvolve-se em zonas rurais e urbanas de toda a região Algarvia, atravessando vários concelhos.

6.7. A prova terá inicio em Vila Real de Santo António e acabará na Praia da Luz.

6.8. A extensão total é de 500km aproximadamente.

6.9. É possível a existência de cancelas ou portões no percurso as quais deverão ser deixadas pelos participantes como as encontraram, sob pena de desclassificação.

6.10. Os participantes são obrigados e seguir o trajecto marcado no gps, dentro e fora de localidades.

6.11. O não cumprimento do trajecto será alvo de penalizações.

6.12. Desvios maiores que 150 metros do percurso marcado no gps, que não regressem ao ponto em que se desviaram serão penalizados (salvo erro técnico do gps que seja comprovado).

6.13. Cada etapa tem uma duração limite em tempo, que está relacionada com a sua extensão e dificuldade.

6.14. Diariamente e conforme o horário estipulado no guia de prova serão afixadas as classificações e no site oficial.

6.15. Realização do percurso com outros meios que não os esforço físico individual do participante na sua própria bicicleta, será penalizado com desclassificação.

6.16. Qualquer ajuda exterior à prova, será penalizada com desclassificação.

6.17. Os participantes que deixem de estar oficialmente classificados, poderão continuar a participar na prova de forma recreativa, desde que não influam na componente competitiva. O não cumprimento desta regra implica a expulsão da prova.

Art.7. Partidas

7.1. As etapas iniciar-se-ão pontualmente  à hora estipulada no programa e guia de prova.

7.2. Entre 1h00 a 15min antes da hora de partida será efectuado o controlo zero.

7.3. É obrigatório que todos os participantes estejam dentro do parque fechado de partida neste horário.

7.4. Quem se atrasar e comparecer a menos de 15min da hora de partida, sofrerá uma penalização.

7.5. Após a hora de partida não é permitida a saída a nenhum participante, sendo considerado desclassificado da etapa em causa.

7.6. Eventuais atrasos por motivos de força maior serão analisados e deliberados pela organização, na altura.

 

Art.8. Controlos de Passagem

8.1 Existirão Controlos de Passagem (CP) onde é obrigatória a paragem para que seja efectuada a marcação da respectiva placa frontal e assim confirmar a sua passagem pelo controlo.

8.2. Na chegada ao CHC será verificada a existência das marcações dos CP’s.

8.3. Os CP’s ou CH’s poderão fazer fecho de percurso, onde após hora estipulada, não será possível seguir o trajecto normal do percurso.

8.4. Estes horários serão disponibilizados atempadamente no website da prova e no guia enviado a todos os atletas nos dias que antecedem a prova.

8.5. O desrespeito de horários de fecho implica a exclusão imediata da prova e consequentemente desclassificação.

 

Art.9. Chegadas.

9.1. A chegada/meta decorrerá no ponto definido no trajecto de gps.

9.2. Esta estará identificada através de estruturas físicas no local.

9.3. Na chegada será registado o tempo total desde que o atleta iniciou a etapa.

9.4. Em caso de disputa entre vários atletas será contabilizada para classificações a ordem de passagem na linha física marcada no solo.

9.5. Chegado à meta, o atleta deve entregar o seu aparelho gps, para que seja descarregado o registo do trajecto para fins de controlo.

9.6. O gps será entregue ao participante no máximo 2 horas depois, sendo da responsabilidade do participante a recolha do mesmo.

9.7. O controlo horário de chegadas terá um horário de fecho baseado no tempo limite definido para cada etapa, a partir desse momento não será feito o registo de cronometragem dos atletas que não tiverem ainda chegado, ficando assim sem classificação na etapa.

 

Art.10. Abastecimentos

10.1. Existirão no terreno zonas de abastecimento (ZA’s) onde serão disponibilizados alimentos sólidos e líquidos. Aqui os participantes poderão descansar, alimentar-se, hidratar-se e caso esteja disponível o serviço de mecânica, reparar algum avaria.

10.2. Os acompanhantes que pretendam auxiliar os seus participantes, apenas o poderão fazer nestes locais. Fora destes locais o atleta deverá ser  autonomo.

10.3. É permitido ao participante abastecer-se em cafés, mercearias ou outros estabelecimentos similares, durante a prova caso sinta necessidade.

10.4. No percurso apenas é possível a intervenção mecânica com os meios transportados pelo participante ou de outro atleta que o decida auxiliar.

 

Art.11. Ajudas externas.

11.1. Auxílio externo à organização, é apenas possível nos locais coincidentes com as zonas de abastecimento asseguradas pela organização, documentados no guia de prova.

11.2. Estas ajudas podem ser mecânicas, logisticas ou alimentares, apenas com a função de providenciar um apoio extra ao participante.

11.3. Fora destas zonas não é permitida qualquer ajuda ao participante, sob pena de desclassificação.

11.4. Não é possível a troca de bicicleta no decurso de uma etapa, e para troca da bicicleta terá que ser comprovada a falência mecânica da bicicleta a ser trocada.

 

Art.12. Regras de Segurança

12.1. As provas de BTT de longa duração são uma modalidade desportiva que requer cuidados específicos de preparação física e psicológica. Por isso, a Trilhos Vivos alerta os participantes que não é responsável pela respectiva saúde e integridade física, bem como danos pessoais e/ou materiais.

12.2. A prova disputa-se em percurso aberto, pelo que os participantes devem estar conscientes que poderão cruzar-se com gado, animais ou outros utilizadores do percurso (caminhantes, outros ciclistas, cavaleiros ou até viaturas motorizadas de 2 ou 4 rodas).
Estes deverão ser sempre respeitados.

12.3. O percurso passará também por estradas alcatroadas e dentro de pequenas localidades, pelo que todas as regras de trânsito deverão ser cumpridas. Nestas circunstâncias é sobre os participantes que recai a responsabilidade pelo respectivo comportamento e atitude.

12.4. A organização recomenda a todos que se mantenham permanentemente atentos a toda a envolvente e que sigam as instruções dadas por elementos da organização ou forças de segurança.

12.5. Em todos os trajectos deverá circular sempre pela direita assim como respeitar os participantes mais rápidos/lentos actuando sempre com bom senso.

12.6 – No caso de acidente este deve ser sempre comunicado de imediato pelo próprio. No caso de impossibilidade do próprio em comunicar a situação, este deverá obrigatoriamente ser comunicado pelos primeiros participantes que detectem a situação.

 

Art.13. Percurso

13.1.O percurso está dividido em 6 etapas, que decorrem de 12 a 17 de Maio 2019

13.2. A prova recorre ao sistema de navegação gps na sua integra, não havendo marcações físicasno terreno.

13.3. O percurso está aberto à circulação de tráfego. O participantes deverão seguir as indicações das autoridades de tráfego e circular com especial precaução nos troços de estrada. Nas vias públicas, deverão manter-se na via da direita.

13.4. O percurso inclui subidas exigentes e descidas exigentes tecnicamente. Apesar de o percurso ser idealizado para ser 99% ciclável, é responsabilidade do participante avaliar o grau de dificuldade e decidir fazer montado na bicicleta ou não.

13.5. O falho de um controlo de passagem, supõe a desclassificação.

13.6. Abandonar o percurso definido pela organização supõ a desclassificação.

 

Art. 14. Seguimiento por GPS

14.1. Sendo esta uma prova guiada por gps, este torna-se um dispositivo obrigatório durante toda a prova.

14.2. Os tracks GPS das etapas serão enviados pela organização em formato GPX.

14.3. Como tal é necessário que o equipamento tenha os tracks carregados e pilhas ou baterias suplentes.

14.4. . O gps não deverá ter nenhuns dados importantes guardados, sendo aconselhado que não tenham outros tracks carregados.

14.5. O participante será o responsável por garantir o bom funcionamento do equipamento durante toda a prova, sob o risco de lhe ser aplicada penalização caso o aparelho não funcione correctamente.

 

Art.15. Desistência

15.1. A desistência no decorrer da prova, por qualquer motivo que seja, exige a comunicação imediata ao director de prova/organização, por via de um membro de staff no terreno ou por contacto telefónico para o número de apoio à prova.

15.2. Desistências que não sejam comunicadas de imediato à organização e que possam resultar numa operação de busca e resgate por parte de entidades de segurança, resultarão em custos que serão imputados ao participante negligente.

15.3. A organização facilitará o transporte do participante até ao ponto de chegada da etapa.

Art.16. Classificações, Penalizações e Prémios

16.1. As classificações de cada etapa realizam-se de acordo com o tempo total dispendido para a realização da mesma, acrescido de eventuais penalizações, utilizando a organização o seu próprio sistema de registo de tempos.

16.2. A soma do tempo de cada etapa disputada, mais eventuais penalizações de tempo acumulados, estabelecem as classificações finais dos participantes.

16.3. A prova considera classificações divididas nas seguintes categorias:
-Men , Categoria masculina para participantes com idade inferior a 40 anos (à data da primeira etapa);
-Masters, Categoria masculina para participantes com idade superior a 40 anos (Inclusive e à data da primeira etapa);
-Women, Categoria feminina única, sem distinção de idades.

16.4. Os atletas que tenham os três melhores tempos na sua categoria, de cada etapa e na classificação final, terão direito a troféu na cerimónia protocolar de pódio.

16.5.  O líder de cada uma das três categorias tem obrigatoriamente de usar o jersey de líder no decurso das etapas para as quais parta na condição de líder.

16.6. Diariamente e conforme o horário estipulado no guia de prova serão afixadas as classificações.

16.7. Participantes que não classifiquem numa das etapas, deixarão de disputar a classificação geral final.

16.8. En la ceremonia final se hará entrega de trofeos a los tres mejores tiempos de cada categoría y en general acumulativo.

16.9. Todos os que terminem a prova, tendo completado todas as etapas, receberão uma medalha e um certificado de finisher.

16.10. As cerimónias protocolares de pódio, são realizadas nas localizações e horários definidos no gua de prova.

16.11. A organização tem poderes para não permitir a continuação em prova ou desclassificar um participante onde se verifiquem as seguintes situações:

– Evidente incapacidade física e/ou mental, ou problema de saúde;
– Desrespeito pelas regras/leis locais aplicáveis, nomeadamente regras de trânsito ou desrespeito por outros utilizadores dos trajectos;
– Utilização de material obrigatório que apresente sinais de pôr em risco de segurança o/os participante/s;
– Consumo excessivo de bebidas alcoólicas ou consumo de substâncias estupefacientes;
– Desrespeito de ordens dadas por elementos da organização, forças de segurança ou equipas de emergência médicas;
– Comportamentos anti-desportivos;
– Desrespeito pelas regras básicas de segurança em actividades deste tipo, P.Ex: não utilizar capacete;
– Depositar lixo em qualquer parte do percurso, que não nos locais para isso destinadas;
– Desrespeito pelas regras deste regulamento;

Todas estas situações serão analisadas pela organização, sendo a sua decisão soberana.
As desclassificações poderão ser da etapa ou de toda a prova consoante a gravidade da situação e o veredicto da organização.

 

16.12. Tabela de Penalizações

Causa/Motivo Penalização Reincidência Notas
Falhas no funcionamento do gps, falta de pilhas ou não carregamento de track 1 hora Desclassificação da etapa Caso não registe o track da etapa, o atleta é desclassificado.
Não utilização de capacete 2 horas Desclassificação geral
Telemóvel indisponível 3 horas Desclassificação geral
Ocultação ou perda de placa frontal 2 horas
Extravio de pulseira de identificação 3 horas Desclassificação geral
Falha de passagem em CP 2 horas
Saída de percurso 1 hora 30 min Contabilizada a cada Km de saída em múltiplos de 1Km
Desrespeitar fechos em CP, manter-se no percurso após fecho deste 3 horas Desclassificação geral
Desrespeitar outros participantes 1 hora Desclassificação geral
Desrespeitar regras de trânsito 2 horas Desclassificação geral
Não acatar ordens de forças de segurança, equipas de emergência ou organização Desclassificação geral Com impedimento de continuar em prova
Depositar lixo fora das áreas destinadas 1 hora Desclassificação da etapa
Não assistir outro participante com problemas Desclassificação geral Com impedimento de continuar em prova. Apenas considerados acidentes, problemas mecânicos ou logísticos não exigem assistência.
Assistência externa fora das zonas a isso destinadas Desclassificação da etapa Desclassificação geral

 

Art.17. Alteração dos percursos ou cancelamento da prova

17.1. Como consequência de condições climatéricas adversas, indo ao encontro do principio de salvaguarda da segurança dos participantes, a organização pode aplicar alterações substanciais à estrutura e dimensão do percurso.

17.2. Estas alterações passam por modificações de percurso, desvios por estrada ou alterações nos horários de passagem, os quais os participantes são obrigados a cumprir sob pena de desclassificação.

17.3. Em casos extremos a organização poderá ver-se obrigada a adiar a prova para outra data ou mesmo a cancelar. Um eventual adiamento poderá ser ser decidido até 48h antes da data agendada para a prova, sendo de imediato comunicado no site oficial do evento. O adiamento ou cancelamento da prova, não obriga a organização a nenhuma compensação aos inscritos, procurando porém a organização atenuar os transtornos causados por tal situação.

 

Art.18. Desistências pré-prova

18.1 As desistências pré-prova devem ser solicitadas para o endereço info@transallgarve.com e serão tratadas de acordo com as seguintes condições:

– Desistências até à data limite de inscrição na prova: Devolução de 50%
– Desistências após a data limite de inscrição na prova: sem direito a devolução.

A organização salvaguarda a possibilidade de ficar em crédito a descontar em participação futura, parte ou a totalidade do valor pago, ficando sujeita a análise de casa caso.

Art.19. Direitos de Imagem

19.1. A Trilhos Vivos, reserva o direito de utilizar as imagens captadas, bem como outros dados: classificações, tempos ou entrevistas, no decurso da TransAllgarve para efeitos de promoção dos seus produtos e eventos, salvo indicação expressa em contrário. Quem pretender revogar o uso da sua imagem, deve enviar este pedido por escrito para o email info@transallgarve.com

 

 

Art.20. Outros

20.1 – A organização não se responsabiliza por danos em bicicletas ou equipamento, mesmo que ocorridos durante a prova, ou num eventual transporte, nem nos pontos de lavagem e parques de colocação das bicicletas.

20.2 – A organização não se responsabiliza por o extravio de equipamentos ou materiais entregues a elementos da organização para serem transportados para a chegada.

20.3 – A organização não se responsabiliza por  materiais deixados nas ZA’s que não sejam recolhidos pelos proprietários no final da etapa/prova. Poderão ser expedidos, mediante solicitação dos atletas para morada indicada, com os portes a cargo dos mesmos.

20.4 – Os casos omissos e situações não descritas neste regulamento serão analisados pela organização que será soberana nas suas decisões. Os participantes poderão ser chamados a prestar esclarecimentos sobre situações decorrentes de reclamações.

20.5 – Duvidas sobre a interpretação do presente regulamento deverão ser esclarecidas junto da organização.

20.6 – A organização não terá qualquer tipo de responsabilidade sobre acidentes causados ou sofridos pelos participantes no decorrer da prova, e suas eventuais consequências, estando estes aspectos cobertos pelo seguro contratado.

20.7 – A organização reserva-se no direito de alterar o presente regulamento, sem aviso prévio, se forem detectadas situações omissas importantes para o correcto funcionamento da prova. Estas alterações serão comunicadas no site do evento, afixadas no secretariado, dadas a conhecer na reunião com os participantes ou ainda, eventualmente, distribuídas a todos os participantes.